sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Vida Bandida

A vida é engraçada, adora nos pregar peças.
Por um lado, as coisas estão indo de vento em polpa, aprendi a não me importar tanto com o serviço, consegui me adaptar e fazer as coisas do jeito que quero sem ter que ficar brigando, em outras palavras, liguei o foda-se.
Mesmo não gostando do que a gente faz, às vezes, é preciso engolir para continuar vivendo.
De certa forma, conheci pretendentes interessantes e que me divertem, se algo vai sair dali, só o futuro pode dizer, mas isso enaltece nosso ego e nos faz sentir bem.
Não esqueci o que meus amigos fizeram, todos eles, este momento de negritude da minha vida está marcado, mas perdoei, as coisas dificilmente voltarão a ser como um dia foram, mas deixemos pra lá, continuaremos a viver com as recordações boas que se foram.
E tudo poderia estar maravilhoso se não fossem os meus pais, o meu PAI na realidade.
Acho que não existe coisa pior no mundo do que um filho descobrir as putarias de seu pai.
Acredito, sinceramente, que chega a ser saudável ver pornografia na internet, um jeito de se entreter sem trair, o problema é quando passa disso, e passou.
Descobrir galanteios de seu pai, aquele homem que você considerava como herói, com outras mulheres que não é a sua mãe, e o pior, se passando como divorciado sem estar, mas não para por ai.
Mais terrível ainda é descobrir que ele vem traindo de fato a sua doce e maravilhosa mãe, não é só um papo da net, e sim encontros, motéis, e você, a filha que embora soubesse o quão safado ele era, ainda tinha esperanças dele ser um cara "descente".
É claro que acolhi a minha doce mãezinha em meu quarto, e é claro que engoli o nervoso que fiquei quando ela resolveu remodelar as coisas do jeito dela, sem se dar conta que estava invadindo a MINHA privacidade, mas deixemos pra lá, existem coisas mais importantes para se preocupar nesse momento, e sinceramente, o meu foco está na angústia de querer expulsar este homem filho da puta de casa, mas faremos as coisas coerentemente, afinal, é preciso pensar para não se estragar tudo.
Ah vida bandida, não gosta de me deixar nem um pouco realmente feliz, sua infeliz!! 

Maria Amélia

Nenhum comentário:

Postar um comentário