domingo, 23 de março de 2014

Sadomasoquista

Trilha sonora:


Eu oficialmente me considero uma sadomasoquista
adoro sofrer e sofro por tudo
sofro por amor incansavelmente
e quando penso estar me recuperando consigo dar um jeitinho de voltar a sofrer
sofro pelos outros
sofro por ideias
sofro por coisas que nunca nem chegaram a existir
a minha imaginação é tão fértil que acaba por criar sem que eu perceba, todo um universo que nunca saiu da minha mente
e eu sofro
sofro porque para mim aquilo era belo
sofro porque acabou e nunca mais vai voltar
mas o que vai voltar se nunca chegou a existir?
e eu sofro com este pensamento
meu deus, como gosto de sofrer!
gosto de me amargurar
gosto de sentir o gosto azedo do meu estomago ácido
gosto de sentir dor, a mais profunda e perfuradora
deus, como gosto!
parece que é prazeroso e bom, no fim é terrível e incontrolável
e eu simplesmente continuo sofrendo
até que de repente tudo muda
o mundo volta a ser cor de rosa
as borboletas voltam a voar no meu estomago e não sinto mais dor
a vida volta a ser boa!
e então... logo em seguida... volta o sofrimento...
deus, por que?
será que isto não tem fim?
mas a vida é feita de momentos
e eu quero aproveita-los sem pensar no amanha
amanha, deixe para o sofrimento...
destas atitudes completamente inconsequentes...
acho que estou precisando urgentemente de um psicólogo...
ahhh que sofrimento, que dor, que angustia, vida, vida cruel, me deixe sofrer, me deixe em paz!
gosto, gosto tanto que sofro por isso... está é a grande realidade e o grande mau da sociedade... o amor!

Jéssica Curto

Nenhum comentário:

Postar um comentário