quinta-feira, 16 de maio de 2013

Tentar


Quando estou com você
O tempo passa devagar
Eu não tenho medo
Se for para queimar
Que seja nos seus braços
Os medos vêm se aproximando
Mas nós vamos tentar
Escrevemos nossa história
Em linhas tortas
Nós vamos tentar
Tentar, tentar, tentar
Quando as luzes se apagam
Não há espaço para mentiras
Minha pele só quer a sua
Só sei falar na sua língua
As brigas vêm vindo pela noite
Silenciosas e venenosas
Tirando você de mim
Nós vamos tentar
Certo ou errado
Errado ou certo
Nós vamos tentar
Quando vierem falar
As pedras nós acertarem
As falsas verdades
Vão nos devorar
Nós vamos tentar...
Entre o vazio das almofadas
Perdido em um mundo
De coisas pequenas
Será que você virá trazer a luz?
Perdido no silêncio
Meus pensamentos te tocam
Mas minha pele continua fria
Então quando vai vir
E me por no meu pedestal?
Quando você vai acender a chama
E nós vamos iluminar a noite?
Eu fico aqui no mundo das coisas
Feitas de vidro
Traga suas cores pra mim
E eu serei a sua tela
Quando você vai parar
De fingir que não tem medo?
Vamos continuar juntos
Lágrimas podem ser amargas
Eu posso chorar por um dia
Mas você pode me pagar
Me fazendo mais feliz
Nós vamos tentar.

Leonardo Ragacini

Nenhum comentário:

Postar um comentário