sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Mundo perdido

Meu coração chora por essas pessoas que não sabem que estão perdendo.
As lágrimas escorrem por meu rosto como uma grande cachoeira, molhando meus lábios e dando fim à sua infinidade.
Me pergunto, por que as pessoas se deixaram chegar a este ponto?
Por que a esperança morreu?
Por que o mundo se transformou de seres egoístas e cruéis?
Que fim leva a isto afinal? Por quê?
Penso e não consigo encontrar uma resposta, muito menos uma solução.
Não vejo esperança, não vejo mais nada...
A luz do fim do túnel se apagou, estamos completamente sozinhos nesta escuridão.
Matando uns aos outros, roubando, xingando e nos tornando primatas que não mais raciocinam, que não mais sentem, que apenas desejam e praticam o mal.
Meu coração está em prantos, por que as pessoas estão se matando?
Onde isso vai levar afinal?
Penso e me pergunto e não sei a resposta, parece não ter fim.
Não sinto mais forças neste corpo que hoje já está envelhecido e enfraquecido, resultado destas desgraças que rondam essa sociedade podre.
Sinto meus ossos desfalecerem e meu corpo se despedir deste mundo, um mundo que já foi bonito, que já foi esperançoso, mas que hoje só trás o mal e a morte.
Por quê?
No que isso tudo vai dar afinal?
Penso e não sei mais o que fazer para solucionar.
A luz no fim do túnel já não existe.
A esperança já não existe.
A bondade já não existe.
As pessoas já não existem.
A ideia é sempre piorar, piorar, piorar...
Mas por quê?
Por quê?
Penso e me pergunto e não sei responder, não sei solucionar...
Me sinto impotente, os ossos se rachando, o coração estoura no peito.
Já não há luz... Já não há esperança...
Por quê?
Por quê?
Penso e não sei responder!

Jéssica Curto

Nenhum comentário:

Postar um comentário