terça-feira, 14 de julho de 2015

Um amor tão lindo

Peguei um papel e uma caneta e comecei a escrever ao modo antigo, como há muito não fazia, mas acho que é porque com você sinto esta necessidade de ser totalmente autêntica, esta vontade de apreciar o gosto de cada palavra inserida no cérebro e transpassada para o papel.
Eu provavelmente não te mostrarei este texto, pelo menos, não por hora, mas quero deixar aqui registrado o quanto você vem me fazendo tão bem.
Não posso dizer que é perfeito, porque perfeito seria se pudesse ficar muito mais tempo ao seu lado, mas sei o quão empenhado e dedicado você é com suas obrigações, e eu verdadeiramente admiro isso em você.
A alegria que me dá todas às vezes em que vejo este seu sorriso tímido me faz pensar no quanto as coisas mais simples em você me encantam.
A sua inteligência é de fato extraordinária e os dons que você possui, nossa, às vezes me faz cogitar se tudo isso é realmente real.
Mas é como dizem, quem espera sempre alcança, e eu hoje posso me considerar a pessoa mais sortuda do universo, visto que tenho ao meu lado um ser tão fabuloso.
Obrigada por ser este homem carinhoso, gentil e muitas vezes bobo por demais (rsrs), obrigada pelas alegrias, experiências e momentos únicos, obrigada por se tornar cada dia mais este meu amor tão lindo.

Mil beijos para o meu moço bonito, 
da sua retentora Jéssica Curto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário