terça-feira, 21 de outubro de 2014

Anjo violado

Sabrina foi morta
A inocência transgredida
Mais que isso, violada
De forma brutal, a vida arrancada
Desejo sexual incontrolável de um ser
Que não pode ser chamado de humano
Dois anos apenas de ternura
Pequeno ser divino de uma mãe
Presente que demorou nove meses para chegar
Sabrina foi morta
Sem saber o que estava acontecendo
Difícil de acreditar que alguém possa fazer esse ato
Em um pensamento inimaginável como possa ter sido
Quanta dor deve ter sentido
Sabrina foi morta
A história contada no jornal de hoje
Amanhã será outra
Ninguém mais se lembrará
Sabrina foi morta
Os jornais não cumprem com o critério de eternidade
Ou apenas a memória que deixa de registrar para sempre
Sabrina foi morta
Escutei dizer que é normal, já aconteceu antes
Sabrina foi morta
Sabrina foi violada
Quero ser anormal
Desejo toda a anormalidade do mundo pra você
Sabrina jamais pode ser esquecida

Vanessa Silva


Nenhum comentário:

Postar um comentário