quarta-feira, 30 de julho de 2014

Pura imaginação

Trilha sonora: 



Estamos bem
sim, parece mesmo loucura
mas ele me chama de louca
e diz que é fruto da minha imaginação
então...

mas é tão divertido
essa loucura insana
de estar com raiva
e então ficar feliz

parece gente masoquista
ou bipolar
mas pelo jeito não será fácil cair no tédio
e ele também quer...

Ele quer!
Ele quer!
Ele quer passear!
Ele quer!
Ele quer!
Ele quer passear!

O tempo está difícil
mas quem disse que seria fácil?
Tudo que demora é mais gostoso
não é isso o que dizem?

Ai ai 
meu bobo chato
meu lindo fofo
você é perfeito nessa sua imperfeição
só faltou os lindos olhos azuis...

irritante
e legal
você é um complexo ambulante
você vai me deixar completamente louca
mas acho que já estou
desde o primeiro oi...

Maria Amélia

terça-feira, 29 de julho de 2014

O idiota sempre é mais fácil



Eu estou vivendo um grande conflito, primeiro porque eu encontrei um rapaz que é bonito, inteligente e tem química... É você entendeu... *vermelha*
Mas como nada é perfeito, ele também não é
e ele realmente é muito inteligente, isso torna ele completamente cabeça dura, determinado e argumentador!
Estou ficando louca, de verdade!
É difícil lidar com tudo isso, quer dizer, é muito gostoso, mas é cansativo e desgastante ao mesmo tempo
nós discutimos demais, e eu acho que ele gosta...
eu gosto também... mas não está sendo nada como o planejado
quer dizer, ele disse que essa é a graça das coisas, não precisamos seguir roteiros e tals... mas é que eu sempre segui roteiros...
uma vez me disseram que namorar homem burro era o melhor negócio, e eu discuti dizendo que era ridículo, que eu sempre preferiria um inteligente
pois é... sábia voz da razão, namorar homem burro é um ótimo negócio
é fácil manipulá-los, controlar do jeito que bem preferirmos... mas eu ainda prefiro os inteligentes... e olha a dor de cabeça que estou tendo!
Mas eu não sei, ao mesmo tempo em que eu quero levar isso pra frente, eu quero parar, porque ele me empolga, mas me irrita...
ele é o tipo de cara que eu sei que seria ótimo pai e marido, aquele do tipo que vai dar um ótimo futuro pra família...
quando ele foi embora naquele dia, eu tive uma certeza tão grande de que era ele... maldito sonho aos 11 anos!
Pois é, é complicado... mas o que você precisa saber é que não sei o que faço da vida, a única certeza de que tenho no momento é que quero muito sair de novo com ele!
E que com certeza... o idiota sempre é mais fácil!

Aguarde por mais, meu bem, aguarde por mais... o que vai ocorrer, ninguém sabe...

Maria Amélia

sábado, 26 de julho de 2014

A culpa nada transgride: apenas obstrui a evolução da alma

Por Vanessa Silva

      Sempre se calcar pela cautela não está errado, mas a partir do momento em que não faz nada para agradar a própria alma, o desejo dentro que te impulsiona. Isso sim pode ser chamado de erro. Um pouco de dar vida a própria vida também é cometer os mais bárbaros e celebres instantes de insanidade. Sem se preocupar com os outros e dar vazão ao grito interior. Viver um relacionamento de aparências realmente não é digno com a nossa alma que nos acompanha tristemente todos os longos segundos. Depois de quase tudo que acabei de expressar, podemos definir em uma só palavra: Culpa.
      Quando deixamos de amar alguém que nos deu amor. Sentimos a culpa. Ela nos segue ou apenas somos nós que não a abandonamos. 
      Ao sair do trabalho com uma sacola de comida exalando o aroma até a outra esquina, em no momento seguinte se deparar com duas crianças, moradores de rua, sem nada para comer, ofereceu toda a sua refeição, mesmo com muita fome. Isso é culpa. Poderíamos dizer que foi um ato nobre de pura solidariedade, todavia sabemos que foi gerada uma culpa, como se fossemos responsáveis por toda desgraça que foi lançada sobre a terra. 
      O conflito interno na maioria dos seres humanos é causado pela falta de compreensão de si mesmo. Pelas renuncias de felicidades, nessa hora a alma fica inconformada com a ausência de coragem.
      O pecado seja ele qual for é uma forma de transgressão. Afinal, se é necessário um momento para ser lançado além do permitido, também não devemos pensar no pecado de modo pejorativo. Pois enquanto houver o ser humano sempre haverá o pecado. 
      A culpa nos consome. Ao trair nós mesmos, lidamos com a hipocrisia de atuar como fantoches de um público autoritário e que não permite erros. Essas ações impedem a capacidade de construir os alicerces da própria felicidade. 
      Convivemos mais com a culpa do que imaginamos. Somos mais religiosos do que percebemos. Culpei-me tanto por ceder às minhas vontades. Ao me preocupar tanto com o pecado que não aproveitei a transcendência, a minha evolução. 
      A culpa que insiste em martelar aqui dentro: pode vir em forma de água, de fúria ou sair arrastando tudo, mas a única maneira de conter, sem deixar resquícios de arrependimento, é se conformar que tinha que ser assim.
      No cotidiano não é corriqueiro as pessoas comentarem sobre o vazio que existe dentro de cada um. Entretanto, ele está lá o tempo todo. 
      Lançar-se no trabalho com a intenção de preencher o vazio. Doar-se para um templo religioso. Privar-se de itens de vaidade, vestuários e comidas. Deixar de fazer sexo. Estas são apenas algumas de muitas ações que o ser humano se priva em prol de obter o perdão.  A culpa está em nós mesmos – ela está em você. 
      Muitas das atitudes daqueles que creem em Deus pode sim ser consideradas como bondade, espiritualidade e os mais belos sentimentos, todavia, tudo pode se resumir como: Culpa.
      São inúmeras as formas que as pessoas têm que pagar uma dívida com Deus. Como se sentissem culpados por não conseguirem resolver os próprios problemas.
      A culpa sempre vai nos acompanhar, não tem jeito de nos livrarmos dela, simplesmente é necessário a apreender a conviver. 
      Sempre será esse circulo vicioso. Criam uma regra, depois como é proibidos todos querem fazer. Enquanto não realizam o desejo, julgam-se o tempo todo por querer fazer. Até o ponto, em que não conseguem mais parar de pensar em como vão saciar a vontade. Quando chega o ponto que não tem como não cometer o erro, em um momento insano de em que se lançam eles transcendem. O desejo foi cumprido. O prazer exaltado.   
      A sensação de alívio é inevitável. Entretanto, a transgressão da alma já ocorreu. A consciência já percebeu a presença do pecado. 
      O pecado se faz presente: A culpa se instala. Só há uma coisa a se fazer. Punir-se. 


sexta-feira, 25 de julho de 2014

Droga!!

Droga
eu acho que estou apaixonada
isso é uma droga, não é pra você rir!
sabe quando dizem que o beijo, aquele beijo, define tudo?
pois é,
eu fui determinada em não deixar nada rolar, mas logo quando ele chegou eu já comecei a gargalhar
em menos de cinco minutos já tinha dado dois tapas em seu braço e rido igual uma louca junto com ele
parecia que nos conhecíamos há anos
conhecer por internet tem dessas coisas, quando vai ver pessoalmente a estranheza não é tão grande
mas eu simplesmente não queria, a gente briga tanto
ele é muito cabeça dura, e sempre acaba batendo de frente comigo
eu não gosto disso u.u... 
eu sempre consegui controlar todo mundo, no entanto ele...
e ele é tão esperto e engraçado e divertido
droga
pare de rir!
Pare!
Mas não sei, simplesmente aconteceu, eu sabia que ia acontecer
eu queria que acontecesse,
e eu achei que seria uma droga, como das últimas vezes, não foi super romântico,
mas quando ele me beijou...
droga...
e depois, quando ele me pressionou naquela parede, deus do céu... eu simplesmente não queria parar
estava tão gostoso...
e... eu nunca tinha sentido tamanho arrepio quando ele começou a chupar os meus lábios... meu deus...
MEU DEUS!
DROGA!!!
E eu voltei com a cabeça colada nele, e agora estou me roendo
porque ele chegou tarde em casa e capotou na cama sem nem me mandar mensagem
eu sei que foi isso, mas gosto de me torturar pensando que ele não gosta de mim,
na verdade estou louca para ele me chamar para sair de novo
estou evitando todos os outros
não quero saber de ninguém, quero sair com ele
droga, droga, droga!
Eu não posso fazer nada, porque ele deixou escapar que está com medo
os relacionamentos anteriores foram traumatizantes
eu preciso me controlar, não posso assustá-lo
mas quando eu o vi indo embora... eu tive uma certeza que me deixou tão assustada...
é ele... mas pode não ser
e isso me enlouquece
mas ele é tão... tudo o que eu estava procurando
DROGA!
E agora José? O que eu vou fazer?
Por hora vou dormir, quero que o tempo voe, assim poderei falar com ele novamente o quanto antes...
Droga!
Acho que estou apaixonada...

Maria Amélia


quinta-feira, 24 de julho de 2014

4 Dicas para Economizar Comprando Livros na Internet

Por Duarte Junior

Não existe coisa melhor que ler um bom livro para se desprender das correrias diárias. Se entregar inteiramente a uma história e sentir-se dentro dela, são sensações únicas que são proporcionadas apenas por um livro, e além desse sentimento de satisfação ao ler uma boa história, o hábito da leitura ainda te enriquece grandemente em conhecimento.

Por esses e outros motivos, os apaixonados em leitura sempre procuram aumentar a quantidade de livros em sua estante, ou pelo menos a quantidade de livros já “devorados”. Pensando em você que pretende comprar alguns livros para completar ainda mais a sua estante, eu separei aqui 4 dicas importantes para economizar comprando livros na internet.

1 - Sebos Online

Como nas lojas físicas, os sebos online são uma ótima opção para busca do livro desejado. Por se tratar de um comércio de exemplares já utilizados, o preço dos livros estão bem abaixo dos cobrados em livrarias. Procurar exemplares dos livros em sebos pode ser uma ótima opção caso o sebo tenha um comprometimento em comercializar apenas livros bem conservados, ou disponibilizar fotos e descrições caso o livro já esteja bem “acabado”.

Um sebo online bem legal de se verificar é o Livronauta*, um sebo online que funciona como uma loja de pesquisa com mais de 4 milhões de livros em mais de 500 sebos do país. Uma ótima opção para adquirir um livro sem gastar muito.

2 - Ofertas Exclusivas

Sites que possuem vendas em diversos setores, como Extra* e Americanas* por exemplo, geralmente disponibilizam ofertas apenas para as compras online. Procurar as ofertas disponíveis para o setor de livros é uma boa dica para encontrar exemplares novos por preços bem acessíveis.

Além de poder encontrar o livro desejado, os preços baixos em livros novos podem te influenciar a conhecer novos autores e obras, desprendendo você de um padrão pré-selecionado que conta apenas com livros conhecidos. Uma ótima dica para gastar pouco dinheiro, comprar um livro novo e conhecer novos autores.

3 - Descontos Personalizados

Outra dica muito boa pra quem pretende comprar livros novos e economizar bastante é procurar saber se o site, loja ou livraria possui descontos personalizados ou parcerias de venda na hora de comprar seus livros.

Um exemplo de desconto personalizado é o cupom de desconto Saraiva* , um desconto único e customizado que é disponibilizado pela livraria e que além de proporcionar um desconto bacana ainda devolve uma porcentagem do dinheiro de volta.

4 - Site de Troca de Livros

Para economizar um bom dinheiro, melhor que gastar pouco é não gastar. Para os desapegados aos livros e que sempre emprestam ou trocam seus exemplares com os amigos, os sites de trocas de livros são totalmente aconselhados para quem quer ler novos livros sem gastar com isso.

O Livralivro* é um site que proporciona aos usuários trocarem quaisquer livros desejados entre si. Para usar é bem simples, basta entrar no site, se cadastrar e disponibilizar em seu perfil os livros que você pretende trocar. Sempre que alguém “pegar” um livro de você, você terá o direito de pedir qualquer livro disponível por qualquer usuário. Muito simples.

Com essas dicas não haverá mais desculpas para não ler novos livros. Seja comprando ou trocando, ler novos livros te proporcionará novas experiências e sensações únicas.

Sites dos locais indicados:

*Livronauta: https://www.livronauta.com.br/

*Extra: http://www.extra.com.br

*Americanas: http://www.americanas.com.br/

*Cupom de desconto Saraiva: http://www.poup.com.br/cupom-desconto/saraiva

*Livralivro: http://www.livralivro.com.br/

domingo, 13 de julho de 2014

Triste

Estou tão triste
e eu não poso dividir isso com ninguém além de você
você que aguenta as minhas palavras sem reclamar
sem questionar
você que simplesmente está ai, esperando para eu dizer alguma coisa...
ando triste já há algum tempo
o fato de ter alguém ao lado sempre foi um absurdo, eu não preciso de pessoas...
mas a carência anda pesando um pouco...
desde que eu decidi abandonar toda a ideia louca de continuar tentando tê-lo pra mim...
mas a busca está cada vez pior
bom... são cinco anos sem namorar
seis meses sem ficar com ninguém
e quatro anos perdidamente apaixonada pela mesma pessoa
a paixão por ele tem diminuído um pouco
mas acho que talvez nunca suma por completo
os outros, ou não são bonitos (e eu ando meio chata com isso... é errado, mas não sei, não consigo x.x) ou são chatos... ou mentirosos... ou qualquer coisa que me faça não querer mais ter nada com eles
e eu ando tão emotiva
me peguei com os olhos lacrimejados outro dia vendo um romance... e o pior é que foi em um momento bonitinho... e lá estava eu, emocionada
acho que estou depressiva
trabalho pra ganhar dinheiro
gasto com outras pessoas
não quero saber de sair
não quero saber de nada...
meus amigos andam reclamando, mas eu simplesmente não quero mais...
amigos... pff
amigo nunca é algo real, se você for parar pra pensar, quando você começa a não atender os seus desejos, eles vão sumindo aos poucos...
dizer que quero um companheiro é um fato, mas não é qualquer companheiro, e pela minha carência deveria ser...
não sei mais o que fazer...
mas o lado bom é que ando me dedicando muito aos meus livros, realmente, já li três em menos de um mês e neste curto período de dois meses, já foram bem uns seis livros... um bom record!
Todos estão progredindo, todos estão namorando, todos estão trabalhando no que gostam, porque eu não consigo?
Não sei responder... acho que isso começou em 2010 e já faz quatro anos... a tendência é piorar...
as vezes egoistamente eu penso em acabar com tudo, recomeçar do zero seria bom, novo país, nova família, nova vida... mas eu posso? O que pensariam? O que eu posso esperar?
Ando tão triste... e o pior é que não posso conversar com ninguém sobre isso, apenas com você...

Maria Amélia