domingo, 2 de março de 2014

Às vezes a gente simplesmente tem de esquecer...

Às vezes a gente simplesmente tem de esquecer...
esquecer dos desejos
dos sonhos e das ilusões
das vontades infames
muitas vezes desnecessárias
que só nos causam dor e angústia
coisas que não são realmente primordiais
mas que nos parecem tão importantes.

Às vezes a gente simplesmente tem de esquecer
esquecer os momentos ruins
e lembrar com carinho dos bons
nos permitir por alguns segundos
um momento de paz.

Às vezes a gente precisa nos permitir cometer certos erros
sem nos culparmos
sem nos julgarmos.

Às vezes, é necessário mudar tudo e recomeçar
encarar as coisas de frente e 
por mais que possa vir a doer
devemos entender que a vida é feita de momentos
e que a persistência deve ser para algo sadio
às vezes simplesmente desistir
não é algo tão ruim.

E então paramos para refletir
para nos permitir novas oportunidades
para seguirmos adiante de alma lavada.

Às vezes a gente simplesmente tem de esquecer e caminhar
para que então
as perguntas finalmente possam ser respondidas.

Às vezes a gente simplesmente tem de esquecer.

Jéssica Curto

Nenhum comentário:

Postar um comentário