sábado, 14 de setembro de 2013

DEPOIS

Antes de tudo, a noite.
Depois da maré, a manhã.
Teu coração não acorda
E já corre pelos vales
Tentando viver de novo.

Tardes no Sol, suor no rosto,
o gosto pelo ser, o pão que sacia.
Saudade: palavra que diz tudo.
O resto são adornos ao essencial.
Se perder no infinito das coisas,
que prazer! Dividido com todos
e contemplado bem discreto.
A tempestade, se vinha, era sinal
do Sol, já previsto após a maré.

Agora essa paz, que é mais marasmo
que satisfação, mais indiferença que
definição, essa paz me deixa tonto
depois de tanto e tudo.
Antes de mais nada, a noite.

Rafael Cardoso


2 comentários:

  1. Olá,JÉSSICA.

    Sou seu mais novo seguidor.

    E achei esta sua postagem,muito acima em valor e conteúdo daquelas que tenho lido.

    E estou lhe convidando para também conhecer meus blogs que somam um total, (os quatro) mais de 3.500 seguidores e só num deles 2227 seguidores, até agora que, é o

    HUMOR EM TEXTOS.

    Os outros são:

    -FOTOFALADA (HUMOR)

    -SEXO COMO PRODUTO DE CONSUMO ( FÒRUM DE DISCUSSÃO)

    -FALANDO SÉRIO (RELACIONAMENTO ROMÂNTICO)

    - COMO ERA FACIL FAZER SEXO (HUMOR)

    Neles você não encontrará baixarias, nem apelações, isto em respeito a você que poderá se tornar meu seguidor.

    Espero por você e voltarei sempre aqui.

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paulo,

      primeiramente seja muito bem vindo ao blog, fico imensamente feliz que tenha apreciado tanto o conteúdo do blog, a ideia é sempre estar melhorando e aperfeiçoando o conteudo para que mais pessoas, como você, gostem dos escreveres dos autores que aqui se encontram.
      Olharei com prazer seus blogs e comentarei, não se preocupe, será uma honra =]
      Beijocas paulistanas =**

      Excluir