sábado, 20 de julho de 2013

O DISCURSO DOMINANTE

Mas como será possível
ocupar o espaço desse modelo?
Nas salas de jantar, no cafezinho,
No pensamento dos transeuntes
está um ideal implícito
e condicionado, tido como natural.
O discurso torna-se lógica inerente
A todas as coisas e constrói o social.
Ele penetra, surdamente, nos cantos
mais remotos da singularidade, e 
restringe as ações a formas previstas.
Técnico e imponente, o discurso 
empurra para o lado as outras estratégias de
vida, as inúmeras possibilidades da existência.
Estranhamente criticado, ele se reforça a cada
dia, até que se diga ser impossível voltar. 
Marginais: aqueles incapazes de
funcionar na lógica do discurso. Os inaptos a serem sociais.
Amigos,
Essa resposta que damos à vida não é a única,
muito menos a melhor,
é tão somente uma sedutora alternativa,
que nos leva, inebriantemente,
à trilha da perdição.

Rafael Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário