quarta-feira, 22 de maio de 2013

Show em um cinema


A fila do cinema dava voltas e voltas. Todos aguardavam ansiosos para assistir o segundo filme da saga dos vampirinhos mais apaixonados da década. Há quem fale que livro não se compara com o filme, mas sejamos sinceros, todo mundo compara! Quer queira quer não, de uma forma ou de outra, sempre há a frase do ano “Já leu o livro? O filme é muito melhor”. Ou “Já assistiu ao filme? Não assista, o livro é bem melhor”. Se fôssemos pelo princípio que são artes diferentes e que não dá pra comparar, estaríamos certos. E se usássemos a psicologia de bolso que o ser humano adora comparação, estaríamos mais certos ainda! É fato que isso acontece.
Prosseguindo, dentro de um ambiente escuro e, por vezes, geladinho do ar condicionado, como se não bastasse ter aqueles esquecidos com celulares escandalosos, há também os seres humanos que não podem ver um homem tirando uma camisa e começam a gritar, mas não é apenas uma mulher, é um coral de mulheres assediando o mocinho do filme. Tudo bem que é um local, digamos, coletivo, mas não temos que saber exatamente o que a pessoa está pensando.

Vanessa Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário