sábado, 4 de maio de 2013

O amor é aquilo que conta


As horas continuam passando
Mas não é o tempo que conta
Todos os pequenos gestos lívidos
Preso nos seus passos
Quando vai e volta
Por onde passa e pra onde vai
O amor não é um número
nem muito menos um limite
Um segundo ou uma jornada
O amor é aquilo que conta
Quando estou com você
Quando eu posso te sentir
Quando estamos nus frente a frente
Não importa quantos tons de cinza
Ou toda paleta de cores
Entre os ventos gelados
Dos seus olhos
Na explosão de fogo
Em meu peito
É somente isso que conta
Não, não existe mais nada
Continuo caminhando e querendo
Suas pernas entre as minhas
Seus cabelos sobre meu nariz
Nossas mãos trançadas com força
As horas continuam passando
Mas não é o tempo que conta
Todos os pequenos gestos lívidos
Presos nos seus passos
Quando vai e volta
Por onde passa e pra onde vai
O amor não é um número
nem muito menos um limite.

Leonardo Ragacini

Nenhum comentário:

Postar um comentário