quinta-feira, 11 de abril de 2013

Eu nunca me sinto sozinho com você


Quando eu te toco a minha pele não me pertence
O sangue corre por minhas veias
e meus sentimentos fazem parte do seu corpo
Seus braços são algo que nunca provei igual
Quando você me segura eu vou acima do chão
Nunca é demais sentir você
Nunca me canso de tomar você pra mim
Eu nunca me sinto sozinho com você
Minha voz pode ir além das linhas do universo
Venha e morda meu coração
Deixe sua marca como uma flecha doce
Não consigo resistir à sensação
Tão entorpecente e viciante
Estou viajando sem mexer meus pés
Estou flutuando em uma nova realidade
Afundando entre seus braços e seu peito
Feche meus olhos com as pontas dos seus dedos
Segure-me enquanto eu adormeço
Toque os meus lábios abertos
Você não precisa se encaixar
Porque você é a peça que faltava
Eu nunca me senti tão seguro
Como eu me sinto com você
Não tenho como conter essa corrente
Então abro meus olhos e me entrego
Deixo sua voz me guiar
Deixo meus sentimentos transbordar
Acima do chão
Nunca é demais sentir você
Eu nunca me sinto sozinho com você
Cada som se torna parte de mim
Eu não posso te dar o para sempre
Mas eu posso te oferecer o agora
Preso as pontas do seu cabelo
Sentindo o ar em seus pulmões
Em outro paraíso
Nossos dedos se tocam
Nossas mãos se abrem
Como botões de rosa
Seu cheiro está nos meus sentidos
Seus beijos dentro da minha alma
Mais alto do que qualquer um
Mais feliz do que qualquer um
Quando você me toca acima do chão
Nunca é demais sentir você
Eu nunca me sinto sozinho com você.

Leonardo Ragacini

Nenhum comentário:

Postar um comentário