domingo, 10 de março de 2013

Na mesma cama que você


Minhas pernas entre as suas
Minhas mãos sobre seu rosto
Nossos narizes se tocando
Nossas mãos se unindo
Cada pequeno gesto doce
Eu não sei como isso termina
Mas eu gosto como isso começa
Seus olhos sorrindo para mim
Seus braços me protegendo
Na mesma cama que você
As horas passaram como em anos
Eu me sinto como uma estrela
Dentro da sua constelação
Como uma rosa em seu jardim
Nossas línguas se tocando
Nossos cheiros se mesclando
Eu nunca me senti tão seguro
Eu nunca experimentei algo tão forte
Como estar unido a você
Eu estou tão perdido
Meu coração está desmanchando
Minhas barreiras de pedra se foram
Meus escudos se renderam
E você continua me olhando
Como se eu fosse a coisa
Mais importante do mundo
Na mesma cama que você
Acordando entre seus braços
Sentindo suas mãos sobre minhas costas
Seu coração tão perto do meu
Você continua sendo a coisa
Mais importante pra mim
Nossas vozes sussurrando
Nossos desejos se tocando
Por favor, não me deixe
Não sei mais ficar longe disso
Você me faz me sentir voando
Me tira todos os limites
Um anjo em sua nuvem
Com seus olhos verdes
Vendo através dos meus
Sentindo a minha alma
Sem tocar as minhas palavras
Na mesma cama que você.

Leonardo Ragacini

Nenhum comentário:

Postar um comentário