quinta-feira, 28 de março de 2013

Tão real quanto fantasia

Segure seus braços em volta de mim
Não importa o que existe em volta
Feche seus olhos agora
Não quero nada mais
Que não seja você
Não quero nada mais
Que me deixe longe de você
E talvez nós podemos ser
Mais do que aquilo que imaginamos
E se você me perguntar
Eu estou pronto pra arriscar
Me abrace com toda a sua força
Não me deixe cair nunca
Me olhe dentro dos meus sonhos
Enquanto estiver dormindo
Eu serei o seu bebê
Sinto esse momento único
Porque nada é impossível
Estou aqui com você
Porque você é tudo
Aquilo que estive esperando
Abra seus olhos
Me diga o que vê?
Podemos voar acima
Do céu sobre nós
Nadar no mais profundo
Oceano sem respirar
Porque o que sentimos
É inquebrável
Paus e pedras podem nos atingir
Como fogo numa floresta
Mas nós continuamos
Porque nós sabemos o que é a verdade
Sabemos o que sentimos
E isso é tão perfeito
Tão perfeito como pode ser
Tão real quanto fantasia.

Leonardo Ragacini

quarta-feira, 27 de março de 2013

Dormindo por cem anos


Entre as nuvens cinzas no céu
As pedras pelo caminho de areia
Entre a escuridão sem a lua
As faltas e perdas de tempo
Eu estive dormindo
Andando apenas por andar
Sendo apenas uma parte do que sou
Eu estive dormindo por cem anos
Até encontrar você
Eu estive distante por cem anos
Assim que meu coração bateu
Respondeu a sua presença doce
Você estende as suas mãos
Toca a pele do meu rosto
Eu sinto o mundo todo
Acordando para um novo dia
Apenas porque eu tenho você
Apenas por ter visto você
Eu entrei e sai desse mundo
Por muito tempo eu procurei
Coisas difíceis de achar
Mas você estava aqui
Mas eu estava dormindo
Como um encanto mágico
Apagado e sem um sentido
Seco como uma flor sem água
Então eu estive dormindo por cem anos
Eu estive no escuro sem azuis no céu
Eu estive sem um caminho
Até eu estar com você
Até eu encontrar você
Então agora eu posso
Sonhar com outros passos
Em outros tempos
Porque eu tenho você.

Leonardo Ragacini


terça-feira, 26 de março de 2013

Equação do Amor


Ah a equação
Nunca me dei bem
Em matemática
Até você aparecer.

Divida um sentimento
Sua fraqueza e multiplique
Com o nome dele, o resultado
é X igual a amor que é como chá de canela.

Some seus medos, seus sonhos
E seu amor subtraia por dor
E veja que horror!
Uma equação!

Uma incógnita que
A gente só descobre o valor
Depois de sentir a dor
E se tocar que é amor.

Monique de Saussure


segunda-feira, 25 de março de 2013

Águas de Março


Em março, seis fatos conseguiram se destacar na mídia. São eles: os julgamentos do goleiro Bruno e do advogado Mizael, o atropelamento de um jovem que perdeu o braço, a morte de Chorão e Hugo Chávez e a eleição do novo Papa.
Ufa! Vamos por partes. Tem gente achando que Bruno e Mizael pegaram uma pena leve por seus respectivos crimes. Também acho. Mas trancafiá-los por anos a fio não trará de volta as mulheres mortas por eles. Pessoas assim devem ser condenadas a fazerem o contrário do que produziram. Ou seja, em vez de punir assassinos com uma vida inútil atrás das grades, eles devem servir à sociedade, que prejudicaram. Que sejam detidos, tudo bem. Mas que façam algo pelo bem das pessoas e deles mesmos. Deveriam prestar serviços comunitários por muitos anos, pois o mal está feito e é irreparável, mas o futuro pode ser diferente.
Sobre o caso do jovem atropelado, é difícil não ficar indignado. Ele teve seu braço arrancado pelo carro e pior: o motorista jogou seu braço no rio, eliminou a chance de recolocar o membro. Como é que um sujeito desses pode estudar Psicologia? O pobre jovem, ainda no hospital, perdoou o homem e tentará recomeçar a vida. O atropelador, provavelmente, já não tinha cérebro quando cometeu o ato. E muito menos coração.
Em pouco menos de 24 horas, Duas mortes foram confirmadas: as de Hugo Chávez e Chorão. Chávez era autoritário, orgulhoso e dominador. Mas é inegável que a miséria caiu na Venezuela graças a ele. Como Fidel Castro, ele teve coragem de desafiar todo o poder norte-americano e fortalecer o Estado, essa instituição tão enfraquecida nos dias de hoje. Chávez fará muita falta ao seu país.
O segundo óbito nos atinge mais. Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr., tinha uma poesia cujo lirismo era compreendido pelas pessoas humildes. Ele retratava as dores individuais que tantas pessoas sentem pelos mesmos motivos, muito embora sofram sozinhas na escuridão.  Nas letras de Chorão, o amor ganha uma dimensão mais ampla, fugindo dos modismos superficiais. Infelizmente, é mais uma alma que vai antes que pudesse ser salva.
Salvação é a palavra sagrada agora na Igreja Católica. Tanto quanto a salvação dos fiéis, ela busca a sua própria. O novo Papa pensa de modo semelhante ao anterior, isso fortalece as bases sobre as quais se fundou a Igreja, mas vai na contramão das ideias contemporâneas. Francisco começa a levantar a bandeira da luta contra a pobreza. Essa sim pode ajudar a Igreja a recuperar os fiéis perdidos no terceiro mundo para religiões mais arrojadas e menos regulamentadas.
Não há muita ligação entre os fatos citados, mas isso é uma característica do mundo moderno: é cada vez mais difícil ver uma relação entre a vida das pessoas e a história do mundo. Chorão morreu por problemas que estão na sociedade, e não apenas nele; o Papa do século XXI tenta salvar uma grande instituição milenar; o trânsito está ruim e as pessoas andam loucas, arrancando braços a esmo. Tudo isso se deve a questões sociais, tudo isso se deve a causas mais profundas complicadas de vermos no dia a dia porque as notícias aparecem de forma fragmentada.
Há tempos não se via tantas notícias de peso em tão pouco tempo. O que é triste é sentir o consumo dessas informações com pouca ou nenhuma reflexão por parte da maioria das pessoas: jornalistas, pensadores, pessoas que leem os jornais todos os dias.

Rafael Cardoso

domingo, 24 de março de 2013

Desejo de Liberdade


Eu posso pensar em mil coisas,
Quando eu vejo o céu,
Pensar em seguir as estrelas
Que me guiam e ver onde vai dar,
Se é para o infinito ou ate quem
Salve meu destino.

Eu posso pensar em tomar
Outro rumo e descobrir
Meu futuro 
Pular de um penhasco
Em pleno escuro 
Pra sentir o ar puro
E em seguida partir para o outro Mundo

Eu posso pensar em partir sem nem
Saber pra onde ir e se vou
Conseguir fugir pra longe daqui
Onde o vento sopre a meu favor

Eu posso pensar em fazer tantas
Coisas se você não me impedisse
De escapar de você
De não amar você.

Monique de Saussure


segunda-feira, 18 de março de 2013

Poesia em prosa

Peço desculpas pelo texto não ter sido postado no dia correto, no entanto, vale lembrar que poesia é para todos os dias.
Espero que gostem!! ^_^

Beijos,

Jéssica Curto.


Nestes dias tão sofridos e solitários,
ficam as lembranças batendo na porta da mente.
A amizade por ti não é nada diferente,
apesar da situação insana.

Espero que a vida aí esteja indo bem,
bem melhor do que a daqui
[É só um simples desejo
da amiga que agora pouco sorri];

Os versos há tempos não voltam a cuca;
Faltam as conversas que inspiram,
as piadas inteligentes...
Falta, enfim, a vida antiga que
pra mim era tão indiferente.

Mas hoje é data especial,
não é dia de reclamar.
Hoje é dia dos versos e dos gênios;
não poderia deixar passar batido...
Envio então essas humildes palavras
a quem sempre me foi e é grande amigo:

Feliz dia da poesia, querido Rafael!

Nathalia Bonani


domingo, 17 de março de 2013

Noite


Me pega e me leva nessa sua natureza
Do seu jeito vai realizando as minhas vontades
Dos seus mil defeitos eu vejo um milhão de qualidades
Arrogante é, porque sabe do que é capaz
Você é o sonho nos lençóis pela noite
Me faz girar o mundo
Quando vem me beijar
Me muda o mundo de lugar
Seu coração forte no meu olhar de menino
Devagar te levo pela noite
Por instinto de dominar
Você se deixa entregar.

Leonardo Ragacini


segunda-feira, 11 de março de 2013

SAUDADE DA TARDE


Veja a tarde: como é densa!
Eu tinha me esquecido como o dia é grande.
As hora antes do pôr-do-Sol
preenchem a vida de sentido.
Ai quem dera tê-las
no conforto da minha casa,
e assim eu viveria mais em menos tempo.

Mas é preciso a labuta
embora a tarde seja grande e bela.
Por um tempo, terei de viver sem ela.
Pobre tarde de março...
Em breve morre na lembrança
do trabalhador
trancado no escritório,
por mais que seja grande e bela
a densa tarde,
por mais que, ao ser vista da janela,
já dê saudade.

Tchau, tarde.

Rafael Cardoso


domingo, 10 de março de 2013

Na mesma cama que você


Minhas pernas entre as suas
Minhas mãos sobre seu rosto
Nossos narizes se tocando
Nossas mãos se unindo
Cada pequeno gesto doce
Eu não sei como isso termina
Mas eu gosto como isso começa
Seus olhos sorrindo para mim
Seus braços me protegendo
Na mesma cama que você
As horas passaram como em anos
Eu me sinto como uma estrela
Dentro da sua constelação
Como uma rosa em seu jardim
Nossas línguas se tocando
Nossos cheiros se mesclando
Eu nunca me senti tão seguro
Eu nunca experimentei algo tão forte
Como estar unido a você
Eu estou tão perdido
Meu coração está desmanchando
Minhas barreiras de pedra se foram
Meus escudos se renderam
E você continua me olhando
Como se eu fosse a coisa
Mais importante do mundo
Na mesma cama que você
Acordando entre seus braços
Sentindo suas mãos sobre minhas costas
Seu coração tão perto do meu
Você continua sendo a coisa
Mais importante pra mim
Nossas vozes sussurrando
Nossos desejos se tocando
Por favor, não me deixe
Não sei mais ficar longe disso
Você me faz me sentir voando
Me tira todos os limites
Um anjo em sua nuvem
Com seus olhos verdes
Vendo através dos meus
Sentindo a minha alma
Sem tocar as minhas palavras
Na mesma cama que você.

Leonardo Ragacini

sábado, 9 de março de 2013

Falhar com meu coração



Eu espero por você
Durante os segundos do dia
Só para ouvir a sua voz
Cair nas armadilhas do seu rosto
Isso é tão real e tão perigoso
Porque eu me sinto prestes
A falhar com meu coração
Isso não deveria acontecer
Porque quando você me magoar
Eu irei selar meu coração
Eu irei concretizar as minhas emoções
Mas não existe um controle fácil
E eu me entrego sobre as lágrimas
Caindo sobre os meus problemas
Pegue na minha alma e retorne
Só para dizer que me ama
Sem saber o mau que pode fazer
Quando não passar de palavras
O que agora é tão real pra mim
Isso é tão real e tão perigoso
Porque eu me sinto prestes
A falhar com meu coração
Isso não deveria acontecer
Porque quando você me magoar
Eu irei selar meu coração
Consertando emoções
Mas não existe controle fácil
Seus lábios macios nos meus
O calor desses abraços
O roçar da sua pele na minha
Estou me deixando levar
E posso estar prestes a despedaçar
Mas quero continuar, continuar, continuar
Fechando os meus olhos
E sentindo o meu coração
Se você pelo menos soubesse
Como pode me fazer mal
Quando isso acabar
Porque todos os dias eu espero
Mas eu sei que um dia o amor
Constrói e no outro ele derruba
Como cartas ao vento
Isso é tão real e tão perigoso
Porque eu me sinto prestes
A falhar com meu coração
Isso não deveria acontecer
Porque quando você me magoar
Eu irei selar meu coração
Eu irei concreta emoções
Mas não existe um controle fácil.

Leonardo Ragacini


sexta-feira, 8 de março de 2013

Você é com quem quero dividir meu amor


Você é o motivo do meu sorriso
Quero fazer amor com você
Todo o tempo que puder
Mas não tenho tempo
Para te dar tudo o que merece
Quero te receber com força
Entre os meus braços
Porque eu sonho com isso
Todo o tempo
Quero que seja único
Venha aqui, me pegue
Me abrace e me faça sentir bem
Você consegue me fazer bem
Você é a única coisa
Que eu não vou bloquear
Dos meus sentimentos
Você é a única sensação
Que não quero deixar de amar
Isso que acontece quando
Você me toca
Não consigo desviar
Quero te tocar
Eu quero ser tocado
Por que você não me ama agora?
Por que você não fica comigo?
Você é motivo do meu sorriso
Quero fazer amor com você
Todo o tempo que puder.

Leonardo Ragacini

quinta-feira, 7 de março de 2013

Onde você esteve?


Eu procurei alguém
Alguém pra me amar
Me beijar a noite toda
E você esteve me procurando
Enquanto eu estive
Buscando você
Mesmo quando você não estava
Onde você esteve?
Porque eu nunca vejo você lá fora
Você estava se escondendo de mim
Em algum lugar dentro de você?
Onde você esteve?
A minha vida toda estive procurando
Alguém pra me amar como você
Onde você esteve?
Porque eu nunca olhei nos seus olhos
E vi o que sentia?
Você estava se escondendo de mim
Em algum lugar dentro de você?
Você pode me ter quando quiser
De qualquer jeito, qualquer dia
Porque quero sentir você
Eu quero sentir você
Eu sou o que estava procurando?
Eu sou aquilo que deseja?
Porque você completa
As peças em mim.

Leonardo Ragacini

quarta-feira, 6 de março de 2013

Mosca na parede


Você não pode entender
como é ser julgada por aparência
você não tem ideia
das coisas que eu posso fazer
Quando estou sendo desafiada
não vou dar um chilique
nem bancar a vítima
O tempo já passou
agora eu sei o que dizer
eu sei como jogar o jogo
Eu não sou uma mosca na parede
que você pode bater num tapa
eu não sou uma mosca na parede
Se você me quiser
Terá que aceitar as coisas como são
As regras e as promessas que faço
Serão quebradas no segundo
Que você se tornar uma versão
Nojenta, sorrateira e traidora
Que homem você acha que é?
Chegue mais perto, deixe-me ver
Porque não funciona assim
Eu não sou uma mosca na parede
que você pode bater num tapa
eu não sou uma mosca na parede
que você pode manipular
Para você entender tudo o que posso ser
Você tem que merecer todo o tempo
Que estou perto de você
Porque há muito que posso fazer
Mas não preciso te dizer
Eu não sou como as demais garotas
Eu sei as coisas que preciso saber
Falando mais do que fazendo
É isso o que elas fazem
Mas você não será meu namorado
se não souber todo o tempo
onde e como é o seu lugar
Eu não sou uma mosca na parede
que você pode bater num tapa
eu não sou uma mosca na parede
Se você me quiser
Terá que aceitar as coisas como são
As regras e as promessas que faço
Serão quebradas no segundo
Que você se tornar uma versão
Nojenta, sorrateira e traidora
Não, não sou uma estátua
Sua pequena peça de enfeite
Eu não sou uma mosca na parede
que você pode bater num tapa.

Leonardo Ragacini

terça-feira, 5 de março de 2013

Prioridade

Eu te faço minha prioridade e, na medida do que posso tento fazer o melhor, pois perfeito eu não sou e nem você. Mas o mínimo que peço é mais atenção para suas atitudes e no que me fazem sentir, mas isso é pedir demais. Então talvez eu não seja prioridade para você como você é pra mim e agora isso ficou claro.

Leonardo Ragacini

segunda-feira, 4 de março de 2013

Cão adestrado

Eu estou pronto para voltar
Eu não estou mais correndo
Atrás de sonhos e flores
Agora eu quero sentir
Sua pele presa na minha
Morda meu lábio devagar
Bata minhas costas na parede
Vamos seguir em frente
Não estou aqui para entender
Não vim aqui para julgar
Apenas traga-me de volta
Mostre-me o caminho de volta
Eu estou pronto para voltar 
Há uma vida de delícias chamando
Eu era apenas um cão adestrado
Mas agora eu sou uma ponte
Caminhe sobre mim
Não há limite para o que sentir
Você cosegue seguir o S&M
Então pode me prender agora
Vamos fazer disso um jogo
Mostre-me o lado sex
Venha pra cima no ataque
Não seja apenas meu passatempo
Use-me e seja 
Faça e deixe
Eu era apenas um cão adestrado
Mas agora eu sou uma ponte
Caminhe sobre mim
Não há limite para sentir.

Leonardo Ragacini

domingo, 3 de março de 2013

Chorando quase um rio

Você foi minha exceção
Uma nova sensação
Me trouxe o sol 
Me levou o chão
Eu te amo com força
Eu te abraço devagar
Mas o concreto ferve
Sobre as partes do meu peito
Então eu acordo e vejo
Não importa o quanto eu te ame
Quanto eu tenho você perto
Você não pode entender
Como isso é tão confuso
Como eu me sinto triste
Chorando quase um rio
Um dia você vai me deixar
Então suas malas ficarão prontas
Apenas uma história para contar
Um canto para as lembranças
Um espaço entre os outros
Um troféu com um pouco mais de valor
Não me leve a mau
Não é com você
É com nós
Eu sei que não adianta
Eu fico confuso
Às vezes pergunto se te deixar
Agora evitará o retorno do pior
Às vezes eu fecho meus olhos
É difícil de acreditar
Mas um dia você vai embora
Seus sonhos não são meus
Seus desejos você vai seguir
Então para que tudo isso?
Será que se sente assim?
Será que você me vê
Sentindo sozinho na tempestade
Chorando quase um rio.

Leonardo Ragacini

sábado, 2 de março de 2013

Você não pode entender (Simplesmente ver)


Somos tão parecidos
E mesmo assim tão distantes
Não posso continuar lutando
Para obter as respostas
Porque você tem que mentir?
Por que você não pode ser
Como sempre foi?
Como eu sei que você é
Quando foi que ficamos distantes?
Quando foi que não te escutei mais?
Você não pode simplesmente ficar comigo?
Sem fazer disso alguma cena?
Que tipo de pessoa você é?
Se você ainda é uma pessoa
Estou aqui esperando
Como sempre foi
Como eu sei que você é
Quando foi que ficamos distantes?
Quando foi que não te escutei mais?
Por que você tem que mentir pra mim?
Por que você não pode confiar em mim?
Eu procuro sempre acertar as coisas
Mas nunca é certo ou errado
Porque estou vendo através de você
Sendo tão egoísta e cego
Mas não importa
No final estou sozinho
Estou cansado de lutar
Por coisas que não posso vencer
Você pode me dar a toalha?
Você pode me dar uma resposta?
Estou aqui esperando
Como sempre foi
Como eu sei que você é.

Leonardo Ragacini

sexta-feira, 1 de março de 2013

Continuar indo


Perfeição não pode nos manter juntos e o amor que sentimos foi queimado até a última folha seca. E mesmo que eu te ame eu tenho que continuar indo e você tem que seguir seus planos. Porque é como tem que ser.

Leonardo Ragacini