terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Viver para sonhar

Estou aqui sentada, sozinha.
Acabei de ler sobre uma história que dizia que a vida passa rápido e que quando vemos, puf, já se foi metade, e dali mais um pouco, puf, perdemos nossos grandes heróis, nossos pais... E mais um pouco... Parei de ler.
Parei de ler porque simplesmente não quero imaginar o que perdi, as oportunidades que abandonei, a pessoa que poderia ter sido e não fui.
Parei de ler porque não quero imaginar que os meus grandes exemplos um dia irão me deixar, para que eu siga seus passos completamente sozinha e prove que o legado que me foi deixado será realmente útil.
Parei de ler porque simplesmente não quero imaginar, quero viver em sua plenitude o hoje, quero sonhar e quero aproveitar dos instantes, transformá-los em eternos.
Não quero simplesmente pensar nos meus anos perdidos ou nos que virão, se um dia deixei de ser algo brilhante, simplesmente deixei de ser o que nunca fui e se sou o que sou hoje, é por mérito (ou não) puro e simplesmente meu.
Quero começar a transformar em plena realidade todas as minhas vontades e fazer do futuro a concretização de uma vida repleta e feliz.
Hoje já não sonho mais para viver, mas vivo para sonhar.

Jéssica Curto


2 comentários:

  1. Que lindo! escrevendo assim os seus sonhos estarão cada vez mais próximos da realidade!
    ADOREI!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Tais, esperemos que isso se concretize!! ^_^

      Beijos imensos!

      Excluir