terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Cuidado



,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

Cuidado onde pisa
Preste atenção aos sinais
Pense antes de agir
Abra bem seus ouvidos
Não importa o que aconteça

,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

Nunca muito claro
Nem uma sala escura
Cuidado quando mexer com a escuridão
As coisas ruins estão fervilhando em mim
Uma infecção que se espalha
Ela toma, toma, toma, toma
Cuidado quando mexer comigo
Porque eu sou venenoso
Cuidado com o que faz comigo
Porque posso ser fogo
Você quer brincar comigo?
Você quer brincar comigo?
Juntos num quarto escuro
Coisas afiadas na minha voz
Agulhas em meus olhos
Mas fora é tudo uma festa
Continuamos de onde paramos
Faça sua melhor cara amarga pra mim
Vista suas asas de anjo pra mim
Traga sua cara de pau
Infestada de cupins

Leonardo Ragacini

Nenhum comentário:

Postar um comentário