quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Mil anos a sua espera e além...

Eu te esperarei mil anos, se preciso for
esperarei pacientemente, como quem espera o dia amanhecer
esperarei de braços abertos,
pois quando se ama de verdade, não há tempo, não há erros, não há gafes, há apenas o amor
e o amor puro e belo
para ser vivido e apreciado a cada instante
eu o esperarei eternamente se preciso for
somente para poder abraçá-lo e te chamar de meu
meu anjo, só meu!
E quando você perceber toda essa magnitude
não tema, pois o amor não deve ser temido
deve ser sentido
na mais profunda forma
pura e simples,
mas com todo o encanto que lhe é de direito.
Te amo hoje e sempre!

Da sua eterna,

Maria Amélia


Nenhum comentário:

Postar um comentário