quarta-feira, 14 de novembro de 2012

O MEDO E O MARKETING

Amanhã vão lançar um produto
Como nunca houve igual:
Ele resolverá males até então
insolúveis.
O produto afagará os anseios dos viciados
e iniciados na cultura da nova
identidade: com ele, terá fim
a busca (até hoje incansável)
por um rosto novo a cada semana.
É o mais incrível lançamento!
É a morte do medo de estar por fora
É a morte do medo de estar fora do “dentro”,
de ser mercadoria sem valor.
Com ele, você terá tudo:
Paz, orgulho e amor. Infinitamente.
E com mil anos de garantia.
Quer saber qual é o produto?
Vá a uma de nossas lojas.
Lá se encontra a felicidade
Assim como o fim dos velhos problemas.

Compre. Compre porque comprar é ter
nas mãos, porque comprar é desfrutar
sem medo. Nada de conflitos, nem
mistérios, muito menos instruções
complicadas de funcionamento.

Não se esqueça, hein?

Amanhã vamos lançar um produto
Como nunca houve igual
(E, cá entre nós, se você por acaso
não gostar – coisa improvável – você
poderá trocá-lo por um novo).
Até porque, já adiantando
A novidade,
Depois de amanhã será lançado
Um produto também jamais visto
Pela voraz, exigente (e feliz?)
Humanidade.
Consumidora humanidade.
(este poema é um oferecimento
das canetas Máster Big: crie, escreva,
instigue!).

Rafael Cardoso


Nenhum comentário:

Postar um comentário