domingo, 30 de setembro de 2012

Me sinto em casa, em casa

Me sinto em casa, em casa.
Normalmente quando eu falo essa frase à maioria das pessoas ri, mas não se dão conta de que existe muita gente que tem uma boa casa e que não se sente bem nela, não param pra pensar que ela é o nosso maior refúgio, onde podemos ser nós mesmos sem medo ou preocupação de como devemos pensar ou agir.
Não consideram o fato de que existem pessoas que dariam tudo para ter um teto sobre a cabeça, protegendo-os nas horas de chuva e nos momentos de sol, não param pra analisar que tem gente que possui só um barraco de pau a pique e que já se contenta com isso.
Mas é nos momentos de maior dificuldade, quando não podemos estar em casa por causa de trabalho, escola, doença ou o que quer que seja que mais valorizamos isto que chamamos de lar doce lar!

Jéssica Curto

Leia também o texto onde essa ideia se iniciou: http://jessicacurto.blogspot.com.br/2011/10/casa.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário