sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Fume seu cigarro

Tome seus sete copos
Não estou nem ai
Pode armar seu barraco
Estou cego, surdo e mudo
As suas crises existenciais
Pague um analista
Não sou seu pai não tenho
Que aturar suas birras
E fazer seus mimos
Não sou aquele que você manda e desmanda
Não sou seu cachorro
Farei a conta novamente
Um mais um não será dois
Se vou te ver
Serão apenas alguns minutos
Quando você vir a minha casa
Estou cansado
Não bancarei o seu papai
Não sou seu parente
Não me apresente pessoas que eu já odeio
Não vá estancar meu coração vingativo
Não me peça uma prova católica
Acredite o fundo do poço é seu
Mantenha-o ai
Farei a conta novamente
Um mais um não será dois.

Leonardo Ragacini


Nenhum comentário:

Postar um comentário