sábado, 7 de julho de 2012

O último respirar

O último respirar
Fazendo embaçar o vidro
Frescas gotas caem
Por um dia sem você
Sozinho em solidão
Folhas secas no caminho
Onde versos é rosa
Trazendo-me doce emoção
Sinto falta do amor
Abrace-me agora
Faça-me sentido
Levante-me do chão frio
O calor dos seus braços
Sobre sonhos de papel
Clamando mero sentir
Do toque que é teu
Nada se opõe entre nós
Em meu amor
As horas são esquecidas
Realmente enquanto outros procuram
Algo pra amar pra sempre
Sempre será você e eu.

Leonardo Ragacini

Nenhum comentário:

Postar um comentário