terça-feira, 17 de julho de 2012

A chuva de agora (Feliz, não saber)

Não, eu não vou te deixar
O cheiro do seu corpo
Vem aqui pra perto de mim
O ar tem aquele toque
Suave das suas mãos
A chuva de agora
Vai lavar toda tristeza
Vamos ver nosso amor
Pouco e lentamente semear
A luz dos raios quentes
Do sol que é o amor
Nunca vou te deixar
Nosso amor é jardim
Como o tempo ele cresce
Sem nunca ter fim
Logo vai acabar a tempestade
E toda tristeza vai sumir
Com a chegada do amor
Preciso sentir você me abraçar
Pra saber que não preciso sonhar
Pra ver o mundo mudar.

Leonardo Ragacini

Nenhum comentário:

Postar um comentário