sexta-feira, 15 de junho de 2012

Sem lágrimas nos olhos castanhos

Tive que ser forte pra engolir suas mentiras
Arranjando forças inimagináveis
Tive energias além das tangíveis
Pra suportar a quebra de coração que já estava partido
Sem lágrimas nos olhos castanhos
Despedida seca sem calor
A melhor saída pra uma recaída
De noites sem dormir
Lutando contra muito mais
Daquilo que é vulnerável
Em meus sentimentos intocados
Egoístas recusados
Boa noite pra você
Pesadelos a mais pra mim
Como eu te detesto
Sinto-me enojado
Das minhas atitudes
Como fui cair novamente
No velho conto dos olhos fechados
Pras realidades apropriadas
Além dos sentimentos articulados
Tanto tempo ainda mantenho um coração
Esperançoso e realmente otimista
Após tantas e mais tantas quedas
Não vou me abalar e desistir.

Leonardo Ragacini

Nenhum comentário:

Postar um comentário