segunda-feira, 18 de junho de 2012

Minha namorada estúpida

Adoro a garota estúpida
Abra o vinho
Quem sabe seja a presidente
Madre da cara de pau
Ainda bem que não é contagiosa
Odiaria contrair você
Não leve pro pessoal
Vamos levar isso pra cama
Sou seu “paparazzo” pornô
Sei que sabe
Lembra daquelas fotos
Que teria vergonha de contar
Não estou aqui por vingança
Embora esse seja o gancho
Faça suas duas caras
Signo de arrogância
Aqueles gemidos todos
Eu não estava nem ai
Vamos sair do pessoal
Voltar pro sexual
Minha namorada estúpida
Acredite em loucura
Você quase me interno
Numa clínica de viciados
Talvez eu seja viciado
Viciado em garotas estúpidas.

Leonardo Ragacini

Nenhum comentário:

Postar um comentário