quinta-feira, 28 de junho de 2012

Lembranças

Eu sou muito fácil de esquecer
Sou muito fácil de eclodir amor
Sou muito vulnerável no coração
Devia ser fechado e lacrado
Uma quarentena isolada
Eu sou muito fácil de ser enganado
Sou muito fácil de ser envolvido
Sou uma química explosiva
Num coração de mel
Devia ser mais pro fel
Mas sempre volto
A me apaixonar totalmente
Literalmente
Sou muito fácil de amar
Sou muito verdadeiro e sincero no amor
Sempre me entrego demais
Sempre amo demais
Sempre sou relutante demais
Sempre sofro o dobro depois
Sempre pareço mais forte
Do que realmente sou.

Leonardo Ragacini

Nenhum comentário:

Postar um comentário