sábado, 30 de junho de 2012

Sua miséria foi me enganar

Ela era toda sua
Mas a perdeu
Nunca se conformou
Que agora depois de tudo
Ela continue querendo
Se sentir bem ao meu lado
Quem tem boca fala à mentira que quer
Sei que tenta confundir
A cabeça dela com suas mentiras
Sua miséria foi tentar me enganar
Achando que nunca soube
O que realmente sentia
Atrás do papo filho da puta
Uma vez serpente sempre serpente
Aqueles telefonemas
As visitas surpresas
As coisas que dizia
Atrás da feição da falsidade
Sempre soube que nunca se conformou
Dela ter ficado comigo
Nunca a terá de volta
Não enquanto eu a amar
Devia ter pensando melhor antes de traí-la
Não tenho culpa
D´ela achar que faço bem
Meu sorriso denuncia meu descaso.

Leonardo Ragacini

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Conjugaremos ao singular

Não sobra mais coisa alguma
Onde via terra e mar
A vida focada em foco de um farol
Estamos trancados e fechados
Em nossas casas como caracóis
Fingindo que outro dia fará bem
Do mais falaremos ao singular
Conjugaremos amor ao singular
Conjugaremos nossas lembranças
Como meras datas comemorativas
Não resta nada mais
Pra ser dito
Porque todo resto faz apenas mal
Não melhora nada
Apenas ocupa nosso espaço
Do mais falaremos ao singular
Conjugaremos amor ao singular
Conjugaremos nossas lembranças
Como meras datas comemorativas.

Leonardo Ragacini

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Lembranças

Eu sou muito fácil de esquecer
Sou muito fácil de eclodir amor
Sou muito vulnerável no coração
Devia ser fechado e lacrado
Uma quarentena isolada
Eu sou muito fácil de ser enganado
Sou muito fácil de ser envolvido
Sou uma química explosiva
Num coração de mel
Devia ser mais pro fel
Mas sempre volto
A me apaixonar totalmente
Literalmente
Sou muito fácil de amar
Sou muito verdadeiro e sincero no amor
Sempre me entrego demais
Sempre amo demais
Sempre sou relutante demais
Sempre sofro o dobro depois
Sempre pareço mais forte
Do que realmente sou.

Leonardo Ragacini

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Uma mensagem pra você

Por mais que pense que acabou
Pelo tanto que penso em você
Parece uma vida
Não posso estar certo
Se a dor é verdadeira
É a única que realmente entende
Escute essa mensagem
Pra você...
Preso a você
Eu me calo
Meus sonhos pisados
Por você
Como as águas do mar
Eu volto ao centro.

Leonardo Ragacini

terça-feira, 26 de junho de 2012

Não sobre nós

O fogo descendo do céu
Os núcleos expandidos
Com avessos abraços gelados
A fé da mudança
Esta apenas consumindo tempo
Mais uma chance, mais uma mentira
Pra respirar pausadamente
A desnuda verdade
Não sobre nós
Não sobre nós
Não sobre nós
As pedras estão caindo
As mentiras ruíram
Queime mais incenso
Escondo o cheiro da vergonha
Por todo o ambiente
Congestionado de entulhos
Os armários tremem
Não sobre nós
Não sobre nós
Não sobre nós
Nunca falaria desse único dia
Em que parei e me culpei
Por desistir de alguém
Sim, me arrependi
Covardemente
Isso tudo não é sobre nós
Sobre o que fomos.

Leonardo Ragacini

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Olhe pra nós agora

Nossos desrespeitos jogados na parede
Nossos palavrões defensivos
Nossos medos ofensivos
Nossos defeitos interpretativos
Olhe pra nós agora
Jogando sujo
Olhe pra nós agora
Mentindo sem reforço
E sem razão
A porta esta aberta
Basta apenas coragem de ir
Ainda tentamos lutar e contrapor
Um defunto amor moribundo
Expelindo palavras descaradamente
Olhe pra nós agora
Com fúria nos olhos
Com sangue nos punhos
Com segredos íntimos
Uma hora isso acabará
Uma hora passará do aceitável
E tudo que precisaremos
É quem desistirá primeiro
Girando a maçaneta.

Leonardo Ragacini

domingo, 24 de junho de 2012

Doce pesado

Assim é meu gênio
Bom e mal
Aquelas doces pornografias
E severas restrições
Mostre-me as coisas
Atrás de você e na frente
Vamos lá e agora
Pra quer perder tempo
Eu já sei como se sente
Não vai salvar o mundo
Segurando por mais alguns meses
Apenas pra valorizar
Algo que não vai dizer nada
Continue, continue
Quanto pode aguentar
Se aumentar a carga
E a coisa ficar realmente mais quente
Será que poderá aguentar
Não precisa exibir pra mim
Sei como gosta de agir.

Leonardo Ragacini

sábado, 23 de junho de 2012

[E-Vlog] #boostmypc

Pessoal,

olha esse vídeo ''super, hiper, mega, master, blaster, phantom'' do Mac Erudictum!! *_*

Espero que gostem!!

Beijos,

Jéssica Curto

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Pegue seu vibrador

Pegue seu vibrador
Essa é sua tara
Sua revolução tecnológica
Abra suas pernas
Mostre o caminho
Entre seus peitos e suas coxas
Sobre a mesa da cozinha
Em um muro fixado
Estamos jogando
Realizando fantasias
Mostre suas preferenciais
Enquanto vai se movendo
Sem presa
Envolvendo como um manto
Minha língua guia
A sinfonia de gemidos.

Leonardo Ragacini

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Toda vez que as luzes se apagam

Toda vez que as luzes se apagam
Só quero comer você
Seus pais estão ocupados
Enquanto estamos entretidos e acordados
Então podemos nos mexer
Nenhum barulho excessivo
Prazer silencioso e convulsivo
Não precisamos de permissão
Somos dois sem noção
Vamos fazer numa posição
Tire, tire todas as coisas
Quero despir você
Não vamos parar de nos mexer
Até ouvirmos passos no corredor
Vamos jogar com fogo
Tesão e medo andam juntos
Paredes têm ouvidos
Vamos ser mudos
Sem barulhos desnecessários
Toda a vez que as luzes se apagam
Penso em pegar você
As luzes no corredor
Estão paradas pra gente começar.

Leonardo Ragacini

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Miss Putin

Se não fosse seu jeito puta
Teria me apaixonado?
Estou sendo sincero
Se não fosse sua desinibição
Sua falta de vergonha na cara
Seu desprezo às leis
Roupas curtas
Seu jeito de puta
O modo vulgar
As coisas depravadas que sabe
O modo como me da aula
Você que pergunto
Porque ainda ia atrás de você
Adoro sua cara de safada
O modo como age como puta
Minha Miss Putin
Se não fosse sua chupada
Lingeries minúsculas
Seu corpo em forma
Sua falta de inteligência
O fato de achar que me engana
De achar que se der pra mim
Eu vou esquecer de tudo que faz errado
Você está muito enganada
Sexo é prazer e não resumo
Não amava o que existia no seu peito.

Leonardo Ragacini

terça-feira, 19 de junho de 2012

Pode se satisfazer sozinha

Não banque a patroa
Somos apenas namorados
Já estou cansado de cobrança
Não sou idiota
Estou sobrecarregado
Então cai fora não enche o saco
Parar de ser o que tenho sido
Patético macaco de circo
Acabo de pedir as contas
Deita logo ai
Poderia escolher outra fácil
Não tenho problemas em ficar só
Não finja ser a namoradinha ofendida
Isso não combina
Essa noite pode se satisfazer sozinha
Estou pensando em mim
Me de o que peço
Cale a boca o resto da noite
É muito pedir
Acho que não é nada demais
Quero ser uma fortaleza
De paredes impenetráveis
Aonde sua voz não chegue
Não pressione
Vou tomar mais um copo
Vou curtir sozinho
Preciso de distância.

Leonardo Ragacini


segunda-feira, 18 de junho de 2012

Minha namorada estúpida

Adoro a garota estúpida
Abra o vinho
Quem sabe seja a presidente
Madre da cara de pau
Ainda bem que não é contagiosa
Odiaria contrair você
Não leve pro pessoal
Vamos levar isso pra cama
Sou seu “paparazzo” pornô
Sei que sabe
Lembra daquelas fotos
Que teria vergonha de contar
Não estou aqui por vingança
Embora esse seja o gancho
Faça suas duas caras
Signo de arrogância
Aqueles gemidos todos
Eu não estava nem ai
Vamos sair do pessoal
Voltar pro sexual
Minha namorada estúpida
Acredite em loucura
Você quase me interno
Numa clínica de viciados
Talvez eu seja viciado
Viciado em garotas estúpidas.

Leonardo Ragacini

domingo, 17 de junho de 2012

Desculpas a minha ex-namorada geminiana

Desculpa por ser imbecil, sairmos pouco
As crises egoístas, a forma que disse acabou
Desculpa as coisas horríveis que disse
As coisas boas que não te disse
Realmente estava nervoso
Espero de verdade que seja feliz
Não desejo o mal
(embora já o tenha)
Mesmo que pareça banal
Desculpa ser injusto de modo canalha
Ser fechado e não dizer o que sentia
Ter deixado você insegura
Desculpa ter te ignorado, ser um péssimo namorado.
Nunca ter dividido não ter te dar valor
Desculpa meu mau humor quase sempre
Não ter sido divertido quanto posso ser
Desculpa não ter ligado apontado seu erro
Desculpa só pensar naquilo e somente em mim
Fiquei te devendo muito, só não queria ver
Cometi vários erros e culpei você
Somente o seu lado
Nunca fomos e nunca seremos perfeitos
Agi errado com você é dizer o certo
Achar alguém como você foi sorte
Quem sabe um dia falamos sobre o passado
Nem tudo foi ruim, ao menos, eu acredito.

Leonardo Ragacini


sábado, 16 de junho de 2012

Respostas de uma escola dominical

Escreva uma carta
Com desculpas tiradas
De algum caderno da sua escola satírica
De como não magoar aos outros
Pisando e ignorando suas situações
Quantas vezes quiseram te dizer?
Eu não estava pronto
Todo esse tempo
Ela tem rido de mim
Só que nunca mais
Vai rir de novo
Pegue suas respostas de uma escola dominical
Faça o que quiser
Poderia ser ignorante e sugerir
A ignorância é tão feliz
Pensado bem
Poderia ser uma boa recordação
Uma forte desmistificação
Desse meu ódio
Quero que você se foda
Que ele te faça sofrer
Que volte rastejando
Dizendo sílaba a sílaba
Todas as injúrias
Não duvide do que sinto
Vou bater a porta na sua cara
E mandar pegar suas cartas
E enfiar goela a baixo
Mais merda a merda já feita
Pegue suas respostas de uma escola dominical
E vá toma no seu cu
Estou cansado de ser ofendido
Não mereço certas coisas
Foi o tempo que acreditava no amor
Como arma de salvação
Lembrarei de seu nome
A baixo da anotação
Pecados.

Leonardo Ragacini

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Sem lágrimas nos olhos castanhos

Tive que ser forte pra engolir suas mentiras
Arranjando forças inimagináveis
Tive energias além das tangíveis
Pra suportar a quebra de coração que já estava partido
Sem lágrimas nos olhos castanhos
Despedida seca sem calor
A melhor saída pra uma recaída
De noites sem dormir
Lutando contra muito mais
Daquilo que é vulnerável
Em meus sentimentos intocados
Egoístas recusados
Boa noite pra você
Pesadelos a mais pra mim
Como eu te detesto
Sinto-me enojado
Das minhas atitudes
Como fui cair novamente
No velho conto dos olhos fechados
Pras realidades apropriadas
Além dos sentimentos articulados
Tanto tempo ainda mantenho um coração
Esperançoso e realmente otimista
Após tantas e mais tantas quedas
Não vou me abalar e desistir.

Leonardo Ragacini

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Eu sou mesmo piriguete - O novo rit do verão!

Hey pessoal,

venho trazer uma super novidade de um canal do youtube surpreendente, o 5incoMinutos.
Eles fizeram uma paródia da música das empreguetes da Tv Globo, e ficou INCRÍVEL!
Inovador e divertido, a música tem potencial pra passar a perna em qualquer rit do verão já existente.
Espero que gostem, comentem, divulguem, vamos valorizar nossos talentos nacionais!

Beijos,

Jéssica Curto

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Não se esqueça de nós

Como eu nunca esquecerei
As lembranças não dizem adeus
O gosto dos seus lábios
Plenamente eu conheço
Sei as coisas que sente
Temos essa ligação
Sei que ainda não acabou
Se não fosse tão orgulhoso
Poderíamos ter uma segunda chance?
Realmente tudo pode ser zerado
Jogado pra escanteio e apagado?
Quando nossa música toca
Ainda sinto sua pele
O desejo
Aquelas noites
Brincando no escuro
Dentro da piscina
Não posso negar
Que quero permanecer
Você sempre será minha
A melhor parte de mim
Vem gravado seu nome
Vamos parar de fingir
Que nós esquecemos?

Leonardo Ragacini

terça-feira, 12 de junho de 2012

Dia dos Namorados

Eu queria escrever algo sobre amor pro dia de hoje.
Queria fazer um romance bonito, ao qual as pessoas se emocionassem no final.
Algo que as marcasse, e juro que fiz vários contos durante o dia, mas nenhum ficou do jeito que eu queria, porque eu sou um pouco detalhista demais com os meus textos, eu sei.
Mas eu realmente queria algo bonito.
E eu percebi que não conseguiria, porque o amor é algo tão sublime e tão imenso, que não se descreve, apenas se sente.
É algo que transpassa as palavras e infinitamente transpassa a sabedoria.
Hoje podemos estar felizes e amanhã tristes e o amor é assim, com seus altos e baixos, cheios de detalhes e a parte de regras.
Não se aprende e muito menos se ensina, apenas se descobre.

E eu percebi que por mais belo que as pessoas queiram fazer dele suas histórias pragmáticas, nem sempre ele é assim, muitas vezes você vai se frustrar e se magoar, mas é importante que se lembre que em momentos de dificuldade que descobrimos o real sentimento e se ele é recíproco.

Então, eu espero do fundo do coração que hoje, se você tem um namorado ou uma namorada, aproveite este dia especial como se fosse único, porque na verdade ele o é, e não deixe passar despercebido, mesmo que só possa dar uma carta para o seu amor, lembre-se que o que vale é a intenção e não o valor material das coisas.

E se você não tem um amor para apreciar esse dia, não se entristeça, como todo mundo, um dia você poderá comemorá-lo com outro alguém, mas é importante que você nunca desista, além do mais, vamos falar o que é verdade meu amigo, você está em vantagem, não precisará pegar as imensas filas dos lugares abarrotados que ficam nesse dia.
Mas se isso não foi suficiente, pense que você está rodeado por pessoas que te amam de verdade e que não precisa namorar pra expressar esse sentimento tão bonito.
Saia com os amigos solteirões, marquem um programa construtivo e divirta-se.
Não permita que ninguém lhe coloque pra baixo neste dia por não ter um alguém, pois saiba que quem faz isso não ama de verdade, apenas quer ser mais um nessa multidão.

Eu realmente queria fazer algo bonito, mas espero que mesmo não tendo sido o conto de fadas que você estava esperando, tenha gostado.

Beijos,

Jéssica Curto

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Por causa de você

Tenho magoado a mim e as demais pessoas
Meus erros se tornaram certidões de miséria
A dor aguda dessa tristeza
Tem si tornado inimaginável
Não tenho tido mais nenhuma considerável
Desculpa pra aquilo que tem feito comigo
Por causa de você
Eu me tornei o oposto do que deveria
Por causa de você
Anulei as coisas boas em mim
Por causa de você
Tenho deixado meus desejos
Por causa de você tenho sofrido
Por motivos refutáveis e fúteis
Quando tocar o poço da sua arrogância
(Poderia ver quanta maldita desgraça causei a meu coração)
Apenas pra não ir além da fachada da sua vida
Tenho desmotivado tudo a minha volta
Não posso acusar quanto
Tenho sido horrível
Tratando-me pior do que faria
Com qualquer outro
Nunca mais serei inocente
Nem irei me sentir culpado
Por estar sozinho
Essas lágrimas nunca mais tocaram
As verdades aqui comigo
Por causa de você
Tenho vergonha de mim
Por causa de você me tornei apático
Por causa de você
Por causa de você
Parabéns.

Leonardo Ragacini

domingo, 10 de junho de 2012

L'Arc-en-Ciel - Votem para o Brasil!! =]

Hey pessoal,

bom dia! Venho trazer boas novas, a banda japonesa L'Arc-en-Ciel está fazendo uma votação para decidir qual será o próximo país que eles farão seus shows.
Venho aqui pedir há todos a colaboração de vocês para votarem no Brasil, para termos essa consagrada banda aqui em nosso maravilhoso país.
Para votar basta abrir esse link

http://www.larc-en-ciel.com/voter/index.php

Colocar Brasil, depois São Paulo, seu nome, idade, e-mail, então escolher uma música deles, e mandar. Vai aparecer uma telinha com a pergunta do porque essa é sua música favorita, mas está em inglês, então não é necessário que vocês respondam se não quiserem e clicar em votar, pronto o voto é registrado, simples fácil e rápido!! =]

Conto com vocês para essa vinda magnífica! ^_^

Desde já agradeço a colaboração dos meus doces leitores.

Um beijo,

Jéssica Curto

sábado, 9 de junho de 2012

sexta-feira, 8 de junho de 2012

[E-Vlog] - MEMES - (Fuuuuuuuu)

Hey pessoal,

olha quem atualizou o canal! =D

Divirtam-se!!

Beijos,

Jéssica Curto

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Como se nunca tivesse amado


Hoje eu recordei
Que é o primeiro dia
Que acordo sem você
Agora seu corpo
Não existe
Como se fosse transparente
Nessa forma imóvel
Que nunca se estanca
Amor jogado nas paredes
Sofrimentos massacrados
Colhidos pra semear
Agora me diga
Que isso te conforta
Que não existe nada
Que é como se nunca tivesse me amado
Como se nunca fosse você ou eu
Como se nunca fosse amor.

Leonardo Ragacini

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Esse amor espanca meu coração

Quando me leva em um beijo
Me faz subir a dez mil pés
Seus braços são meus limites
Quando me cerca com eles
Desejo perder-me entre o limbo
O calor, o perfume e o gosto
Estão todos marcados
(Fortemente gravados em mim)
Suas lembranças são tão minhas
Quanto as minhas
Teimosamente elas continuam aqui
Mesmo que as largasse por ai
Seria correr mil quilômetros em horas
Só para voltar a seu chamado
Seu amor continua trancado em mim
Seu amor espanca, espanca, espanca
Espanca meu coração
Não me deixa te esquecer
Bate forte no meu peito
Mas preciso te ver
Mesmo sem saber o que dizer
Não posso esconder
Esse amor parado aqui
Gritando desesperadamente
Porque faço tudo que posso
Pra te ter aqui comigo agora.

Leonardo Ragacini

terça-feira, 5 de junho de 2012

Me faça voar

Toda vez que olha pra mim
Posso sentir algo explodir
Especial e pouco mais
Não faz sentido
Continuar fingindo
Parado onde estou
Agora é tão real
E toca de verdade
Quero saber o que vem
O que existe além
Me faça voar
Para o que existe
Dentro da sua mente
Me faça voar
Para o que existe em você
É tão perfeito
Olhe ao redor
É tão suave e quente
Me diga o que quer de mim?
Por que fica fazendo isso?
Me faz querer
Mais do que posso ter
Me faça voar
Para o que existe
Dentro da sua mente
Me faça voar
Para o que existe em você.

Leonardo Ragacini

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Por que eu continuo caindo


Isso nunca vai parar
Você pode me negar
Você não pode me salvar
Porque estava perdida
Nessa sua brincadeira
Mas eu sei que vou tocar o chão
E quando eu cair eu vou levantar
Isso não dói como doía
Isso não me machuca
Isso não é sobre nós
Isso e sobre o paraíso no inferno
Agora eu estou caindo abaixo da terra
Estou serrando meus dentes
Estou escalando sobre o nada
Escavando até cansar porque eu vou sair
Porque eu vou saber o que é real
E o que é fantasia
Nessa corrida pro fim
Eu vou cair de novo
Mas não sou precioso
O suficiente pra você.

Leonardo Ragacini

domingo, 3 de junho de 2012

Como o sol

Você é quente como o sol
Derrubando as paredes dentro de mim
Sentindo as coisas pelas entrelinhas
Eu quero te bater e te cortar em pedaços
Por me fazer sentir assim
Por que eu gosto tanto de você?
Quero ser querido
De uma forma que me faz querer
Ficar com você por perto
Isso me despedaça
Mas você nem sabe sobre mim
Porque estou respirando em outro pescoço
Mas é seu cheiro que eu sinto
Mas posso continuar cavando fundo
A lama é minha amiga
E as lágrimas são tão doces
Porque você me aquece como o sol.

Leonardo Ragacini

sábado, 2 de junho de 2012

Eu sei que eu te odeio

Eu te insultei “sua vagabunda”
Enquanto meu coração se partia
E você pisava nos cacos
Eu quis te ouvir aqui
Mas era tão absurdo
Eu sou grande demais pra chorar?
Mas por que isso ainda me machuca?
Não me deixe!
Não me deixe em paz
Eu sei que eu te odeio
Mas eu preciso de você
Eu sei que te odeio
Mas eu preciso tanto de você...
Quero ser seu brinquedo desonesto
Me pise, me faça sangrar e gritar
Quero chorar como um bebê
Eu te prometo...
Não me deixe
Não me deixe em paz
Eu sei que eu te odeio
Mas eu preciso de você
Eu sei que te odeio
Mas eu preciso tanto de você...
Malditos filmes cômicos
Quero sua tragédia
Mas preciso do seu romance
Eu sempre estufo o peito
Feito um galo de briga
Mas me encho de lágrimas
Você pode me odiar?
Eu te insultei de novo
Não quero pedir desculpas
Me bata com força
Quero ser seu tapetinho
Mas por favor...
Não me deixe
Não me deixe em paz
Eu sei que eu te odeio
Mas eu preciso de você
Eu sei que te odeio
Mas eu preciso tanto de você...

Leonardo Ragacini

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Eu espero acordar

Toda vez que me deito
Eu fecho meus olhos
Sobre o seu peito
E me vejo num sonho
Perfeito demais pra ser real
Isso já me feriu
(Muitas e muitas vezes)
A cada vez que me diz
Que esta longe demais
Então eu posso acordar
Desse seu pesadelo
E quando eu mais precisei
Foram apenas as suas costas
Que eu pude ver na luz
E como eu te odiei
Mas não posso te odiar
Como se fosse uma prece
De um aflito
Eu preciso de você
Como um sonho
Como um pesadelo

Eu espero acordar
Mas você não está aqui
Mas ainda te amo.

Leonardo Ragacini