terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Relacionamentos escolares

Durante certo tempo
Namorei a tabela periódica
Mas a Química entre nós
Não reagiu

Conheci a física, mas nosso amor
ao invés de crescer
como a energia potencial
do corpo que sobe
Tornou-se movimento retrógado
E essa força-peso
Fez que voltássemos
à origem

De mãos dadas com a História
Passeei pelo mundo
E com ela fiz um tratado
Selando nossa eterna amizade

A Gramática era “gente fina”
Gostava dela
Eis que surge a Literatura
e esqueço de todo o resto
Ela é daquelas moças bonitas
Que são perfeitas na sua imperfeição
A Gramática rígida
Eu falo com ela somente o necessário
Com a outra me encontro
Todas as noites
Nosso grande prazer
É fazer poemas.

Que seja infinito enquanto dure!

Rafael Cardoso


Nenhum comentário:

Postar um comentário