domingo, 21 de novembro de 2010

Marcado na Memória

Rosto bonito, pele macia.
Cabelos de uma noite tempestuosa
Manchinhas marrons em meio a areia.
Estrelas nos olhos
Nariz marcante
Orelhas proporcionais
Sorriso brilhante
A boca é o portal do inferno,
A estatura não diminui o poder
Atração irresistível que me faz sofrer.

O tempo vai passando,
As pessoas vão mudando,
Mas você continua lá
Guardado na memória,
Misturado com a chama do desejo
Que nunca se apagará
Nem no mais severo inverno
Nem no mais avassalador Tsunami...

Você é eterno.
Meu mais querido... Diamante.

Lucas de Figueiredo

Alguns detalhes nunca somem.

J.H.C


Nenhum comentário:

Postar um comentário